24 de Outubro
Terça-feira às 20:30hrs
Desenvolvimento Mediúnico - Chamada de Oxossi

Lua Nova


Orixás

Yansã

Senhora dos Ventos e da Chuva
- Sincretismo: SANTA BÁRBARA
- Dia da Semana: QUARTA-FEIRA
- Cor: AZULÃO
- Regente das Chuvas, Ventos, Tempestades e Terremotos. Também conhecida por Oyá.
- Saudação: "Eparrêy" - "Epayê-yô".

As filhas de Yansã são dotadas de uma sensualidade desenfreada. Temperamento ardente, impetuoso e autoritário. Arrojada, guerreira avassaladora. Dona de paixões ardentes e que preserva o que é seu, principalmente seus homens, seus amores.
Em uma de suas lendas, diz bem o que é Oyá-Yansã, a esposa guerreira de Ogum: "Ogum foi caçar na floresta. Colocando-se à espreita, percebeu um búfalo que vinha em sua direção. Preparava-se para matá-lo quando o animal, parando subitamente, retirou sua pele. Uma linda mulher apareceu diante de seus olhos. Era Oyá-Yansã. Ela escondeu a pele num formigueiro e dirigiu-se ao mercado da cidade vizinha. Ogum apossou-se do despojo, escondendo-o no fundo de um depósito de milho, ao lado de sua casa, indo ao mercado para cortejar a mulher-búfalo. Ele chegou a pedi-la em casamento, mas Oyá recusou inicialmente. Entretanto, ela acabou aceitando, quando, de volta a floresta, não mais achou a sua pele. Oyá recomendou ao caçador não contar para ninguém de que ela era um animal. Viveram bem durante alguns anos. Ela teve nove crianças, o que provocou ciúmes nas outras esposas de Ogum. Porém, estas conseguiram descobrir o segredo da aparição da nova mulher. Logo que o marido se ausentou, elas começaram a cantar 'Você pode beber, comer e exibir sua beleza. Mas sua pele está no depósito, você é um animal'. Oyá compreendeu a alusão; encontrando sua pele, vestiu-a e voltando à forma de búfalo, matou as mulheres ciumentas. Em seguida, deixou seus chifres com os filhos, dizendo-lhes: 'Em caso de necessidade, batam um contra o outro e eu virei imediatamente em vosso socorro'. É por essa razão que chifres de búfalos são sempre colocados nos locais consagrados a Oyá-Yansã."

Sua força e garra, bem como sua coragem, pode-se notar nos oríkìs, que lhe são dirigidos:
"Oyá, mulher corajosa que ao acordar, empunhou um sabre.
Oyá, mulher de Xangô.
Oyá, cujo marido é vermelho.
Oyá, que embeleza seus pés com pó vermelho.
Oyá, que morre corajosamente com seu marido.
Oyá, vento da morte.
Oyá, ventania que balança as folhas das árvores por toda parte.
Oyá, a única que pode segurar os chifres de um búfalo".

Mesmo sabendo que vamos encontrar algumas resistências por parte de outros seguidores e estudiosos de Umbanda, as cores de Yansã/Oyá é AZULÃO. Isto porque como já dissemos no inicio deste trabalho, que não é possível aceitar que um Orixá tenha ou use a cor do outro em virtude da elevada energia da magia das cores. Azulão é a cor que fica estampada em dias de tempestades e chuvas fortes. Quando incorporada em uma de suas filhas, ou em qualquer médium, a vibração de Yansã traz adorno de cabeça tipo coroa, com franjas de miçangas azulão. Outro "axé" (força/energia), para as filhas de Yansã usarem é uma capa azulão, de qualquer tecido, que pode ir até a cintura ou mais. Suas danças são guerreiras. Ela lembra também, através de seus movimentos sinuosos e rápidos, numa gira espetacular esvoaçando sua capa azulão, as tempestades e os ventos enfurecidos. Se faz necessário, registrarmos neste trabalho algumas Yansãns/Oyás, que em virtude de suas regências, trazem características diferentes as suas filhas:
Yansã de Balé (Yànsán de Igbalé) - A dona dos Egúns (espíritos de mortos). Tem regência sobre o fogo (As Salamandras);
Yansã Matamba - Mãe da Guerra - Defensora dos inocentes que sofrem por vingança. Quem faz aparecer a Luz na Justiça. Rege junto com Oyá Oloxá, os ventos.
Oyá Odára - A mais bonita delas.
Oyá Funã - A Yansã Menina. A jovem tentadora pela sua beleza rude. Diferente. Que tem muito amor, porém ciumenta ao extremo e pode trair e continuar com ciúmes do marido traído.
Oyá Oloxá - ou Odó Oyá - A Yansã velha. Oyá perfeita. Regente dos Ventos e Tempestades.
Apesar de todos os esforços que fizemos, estudando, pesquisando, não nos foi possível distinguir a numerologia específica de cada uma dessas, como fizemos com a Oxum. As filhas de Yansã pesquisadas por nós, quando achávamos que pertencia a tal numerologia, estas nos surpreendiam com suas atitudes que nos colocavam inúmeras dúvidas.

Previsões

Vídeo



Video Documentário com a participação de Mestre Marne, a Umbanda e Todos Nós de Slain Franco Rosa ! Clique e assista.



Conheça seu Orixá

Digite sua data de nascimento:

 



Fale com o Mestre

Se você tem dúvidas, comentários ou sugestões, sinta-se a vontade para entrar em contato com o Mestre Marne a qualquer momento.
Isto é Umbanda por Mestre Marne

Fone 47 3366.4970

e-mail: mestremarne@terra.com.br
Reino de Juna Bomy
Rua Dom Daniel, 200, (esquina C/ Apiuna)
Bairro Vila Real - Balneário Camboriú - SC
Fone +55 47 3361-6833

Nome:

E-mail:

Mensagem: